Administrador Opinião Presidente Uncategorized

Opinião de Jorge Santos, Presidente do NERLEI e Administrador da VIPEX

O país está a viver para o imediatismo e sem preocupações de médio e longo prazo

Gostaria de viver num país próspero que garantisse uma qualidade de vida digna e sustentada a todos os cidadãos. Em 2030 seria excelente que esta visão tivesse expressão, por exemplo, nos rendimentos dos portugueses face ao nível da média europeia, no acesso à saúde, à educação, ao emprego e no apoio social para todos. Significaria que estávamos no bom caminho. Estou convicto que esta é a visão da esmagadora maioria dos cidadãos, independentemente do seu posicionamento político.

Porém a realidade é outra e não temos sequer conseguido aproximar-nos dos padrões médios europeus. Perante os factos que observo, a única resposta que encontro é que, cada vez mais, o país está a viver para o imediatismo e sem preocupações de médio e longo prazo. Basta ver as propostas de aumentar salários e outros direitos, que tornam mais rígida a legislação laboral, sendo geradores de custos para as organizações, sem que se criem as condições para o aumento de produtividade necessário para suportar tais custos.

jorge26
Jorge Santos, Presidente da Direção do NERLEI e Administrador da VIPEX

Mas o país precisas de políticas com efeitos a médio e longo prazo. Desde a mais simples, para baixar os custos do trabalho, às mais complexas, redimensionando o Estado, para que possa ser suportado pela economia, ou investir numa rede de ensino e formação, adaptada às exigências do tecido empresarial, que permita a médio prazo um aumento de produtividade que possa suportar o aumento das remunerações dos trabalhadores, são apenas alguns exemplos.

O diagnóstico, com mais ou menos variantes, está feito e basta ver desde o estudo do Porter até ao mais recente da CIP que as soluções estão lá. Bastaria coragem e vontade política de as  defender, por parte de quem defende a iniciativa privada, seja do lado de quem governa, de quem está na oposição e da sociedade civil.

Por outro lado, existem evidências no mundo que as economias mais competitivas são as mais internacionalizadas e também são as mais prósperas e as mais atraentes para os trabalhadores.

Mas, tal como as casas, temos de ter boas fundações. O caminho passa pelo aumento das condições de competitividade do país, que originará aumento de produtividade das empresas e dos seus trabalhadores, que por sua vez aumentará a capacidade competitiva a nível internacional. Este é o caminho mais longo, mas o único para a prosperidade.

De que estamos à espera?

 

Sobre o autor

Jorge Manuel Cordeiro Santos, 57 anos, nasceu na Marinha Grande. Licenciado em Organização e Gestão de Empresas (ISCTE) e doutorado em “Marketing e Comércio Internacional”.

Exerce a sua actividade profissional como Administrador na VIPEX, SA.

É o Presidente da Direção da NERLEI, membro do Conselho de Administração da GARVAL Vice-Presidente da AIP-CCI e do Conselho Geral da CIP entre outros cargos em associações.

 

Sobre a VIPEX

A VIPEX oferece aos clientes parceria no co-desenvolvimento, industrialização e na manufactura dos seus produtos ou componentes em plástico. Está a comemorar no ano de 2018 os 25 anos de actividade.

 

Sobre o NERLEI

A NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria foi constituída em 1985, tem 1200 empresas associadas e a sua missão é prestar serviços úteis que contribuam positivamente para os resultados alcançados pelas empresas associadas, fortalecendo o tecido empresarial e promovendo o desenvolvimento económico e social da região de Leiria. A visão da NERLEI para 2020 é “participar de modo determinante na transformação de Leiria numa das regiões mais atrativas, económica e socialmente prósperas e competitivas de Portugal”. Para tal desenvolve a sua atuação tendo como princípio base “Agregar para Desenvolver”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s